Especialistas na compra de consórcio

Av. Brigadeiro Luís Antônio, 1892
Bela Vista - São Paulo

(11) 3287-0052
sac@consors.com.br

(11) 96701-3031
Celular e WhatsApp

Consórcios tem crescimento nos últimos dois anos

Desde 2014 o negócio de consórcios tem aumentado de forma significativa, muito disso por conta da crise financeira que o país vem enfrentando. De acordo com reportagem do G1, o crescimento entre janeiro e novembro do ano passado foi de 41,5%, isso comparado aos números obtidos há dois anos. Quem mais disparou foi o setor imobiliário.

Diferente dos financiamentos, os consórcios não cobram juros, apenas uma taxa administrativa que tem um valor bem baixo se comparado aos juros cobrados pelo financiamento. O único "problema" é que o bem não vai ser adquirido de imediato, já que os consórcios trabalham com a sorte e você dependerá dela para ser contemplado.

Por conta disso, é comum as pessoas desistirem no meu do caminho desse negócio, por não acharem vantajoso aguardar pelo valor de contrato. Uma dúvida muito comum apresentada pelos interessados é de como vender meu consórcio. Isso é uma possibilidade legal e pode ser feita a qualquer momento, inclusive na primeira parcela.

Como a opção cresceu muito ao longo desses últimos dois anos, é mais fácil encontrar consórcios à venda, já que os contemplados também acabam tentando passar para frente a carta.

Consórcio é vantajoso não apenas pela falta dos juros

Quando você contrata um consórcio ele pode ser usado para diversas finalidades, não apenas para compra de imóveis ou veículos, que é seu uso mais comum. Como vender consórcio também está se tornando uma prática frequente, vale a pena saber que é possível adquirir esse serviço para eventos, como um casamento, por exemplo.

A Associação Brasileira de Administradoras de Consórcio (Abac) prevê que é permitido a utilização da quantia contratada para qualquer serviço, se o contrato for em relação a um serviço. No caso de um bem, o valor deverá ser destinado para isso.

Nos consórcios, segundo o G1, o produto não é levado imediatamente pelo cliente. Quando adquirido, o consorciado entra para um grupo e nesse sistema, participa mensalmente de um sorteio. Ainda de acordo com o site, esse sorteio funciona através da divisão do número de participantes, onde um acaba sendo contemplado com o valor do contrário, mas precisará ainda pagar o restando das parcelas.

Existe outra possibilidade, prevista pela Abac, o que é chamado de lance. Neste caso, o titular poderá adiantar suas prestações, caso tenha interesse, e assim pode fazer uma oferta mais, se ela for a maior ele leva o valor do contrato.

Como vender meu consórcio

Essa possibilidade existe e pode ser feita com a própria administradora em qualquer etapa do negócio. Você como titular pode desistir da carta de crédito no meio ou depois de ser contemplado, em ambos os casos, é uma forma prevista pela Abac.

No entanto, de acordo com o G1, se o cliente quiser desistir do negócio sem vendê-lo, terá que esperar por ser sorteado ou participar dos lances, caso queira reaver o dinheiro que foi investido. As administradoras não são autorizadas a devolverem o valor das taxas e como vender consórcio em andamento é permitido, deve-se avaliar o preço a ser cobrado na venda.

Veja também: Consorciados podem desistir do negócio a qualquer momento

Como a Consors pode ajudar você

Quero comprar um consórcio Quero vender meu consórcio