Venda de consórcios de veículos cresce no Brasil
Venda de consórcios de veículos cresce no Brasil

Entre os meses de julho e agosto, a venda de consórcio para veículos leves apresentou um aumento recorde, alcançando 118 mil unidades negociadas no mês de agosto, enquanto em no mês de julho foram 82,5 mil. Por outro lado, em relação ao ano de 2015, o volume de cotas de consórcio vendidas até então ainda foi menor que o do ano anterior numa proporção de 0,4%. Segundo a ABAC (Associação Brasileira das Administradoras de Consórcios), essas informações apresentam análises valiosas sobre o comportamento do consumidor e as tendências de mercado.

A queda ínfima do número de consórcios em relação ao ano anterior demonstra que o consumidor está muito mais seletivo e estável na realização de negócios a médio e longo prazo. Esses cuidados adotados pelo consumidor são reflexo de um período de recessão em que o país está passando e que, a partir desse ano, começou a diminuir, porém, não o suficiente para que o consumidor se sinta seguro em realizar novos negócios. Essa tendência de retração vem diminuindo ao longo dos meses, apontando para resultados positivos para o futuro próximo.

Por outro lado, o aumento recorde da venda de cotas para veículos leves, os mais utilizados em centros urbanos, demonstra que esse mesmo consumidor que está mais seletivo tem dado preferência aos consórcios em vez de outras modalidades de negociação e cessão de créditos. Isso acontece porque os consórcios são as alternativas mais seguras e flexíveis em tempos de insegurança econômica.

A mesma situação tem acontecido com a venda de consórcio de caminhões, ônibus e outros veículos pesados. Segundo a ABAC, nos primeiros oito meses de 2016, o volume da venda de consórcios de caminhões ficou abaixo da média mensal em relação ao ano anterior, que era 4%, porém, nos últimos quatro meses, esse segmento reverteu e voltou a crescer, chegando a ficar 3,9 mil cotas negociadas acima da média mensal em agosto.

Todas essas informações apontam para o fato de que o mercado de produtos de alto valor está voltando a crescer e, em meio a esse reaquecimento, a venda de consórcios é a modalidade preferida do consumidor.

Quais são as vantagens da venda de consórcios?

O consumidor está preferindo comprar cotas de consórcios pelo fato de essa modalidade de crédito possuir menores mensalidades e oferecer maiores alternativas ao consumidor caso ele precise desistir da negociação no futuro, significando duas palavras valiosas: economia e segurança. Os baixos preços das mensalidades se dão pelo fato de as cotas não possuírem juros em suas mensalidades, sendo a contribuição mensal sempre a mesma e, caso em algum momento o consorciado precise desistir de seu negócio, seja por dificuldades financeiras, seja por mudança de planos, ele tem a opção de vender sua cota a outro titular, recuperando de volta todo o valor já investido, ou seja, no mínimo, não ficará no prejuízo.

Além dessas duas grandes vantagens, os sistemas de consórcios distribuem periodicamente cartas de crédito entre os consorciados, dando a eles a oportunidade de resgatar o bem consorciado antes do término do pagamento das parcelas.